Gratidão de familiares estimula profissionais da saúde

Era só mais um plantão quando os profissionais da enfermagem que atuam no Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) receberam uma surpresa emocionante dos familiares de um paciente. Após o óbito do sr. Francisco Fernandes Sedano, decorrente da covid-19, a sobrinha do paciente, de 72 anos, compareceu ao hospital para homenagear e agradecer o carinho e a dedicação com a qual a equipe cuidou do enfermo. Com bolos e cartas, Karen Arantes, expressou toda a gratidão da família pela instituição. 

“Meu tio era uma pessoa alegre, divertida, forte e que fará muita falta para nós. O aniversário dele seria no dia 26 de julho, e todo ano eu fazia esse bolo de chocolate, que era o preferido dele, então achei que o mais importante seria levar o doce para as equipes, já que fizeram tanto por ele. É um momento muito difícil, também perdi minha avó há pouco tempo para o coronavírus e por conta disso também penso muito nesses profissionais, que possuem uma família que também se preocupam com eles. São pessoas que se sacrificam por nós todos os dias. Fiz de coração, desejo muita sorte e coragem para todos do hospital”, disse Karen. 

A homenagem contemplou as equipes das clínicas direcionadas as internações por covid-19, nas quais o Sr. Francisco passou. A carta entregue foi assinada pela irmã do paciente, Sílvia Fernandes Sedano. A enfermeira Alessandra Lopes Pereira, ficou emocionada e agradeceu em nome de todos os profissionais da clínica na qual atua. “Ficamos felizes e gratos, mesmo sendo em meio à tristeza de ter perdido o sr. Francisco, elas ainda se lembraram de nós, mandando esse bolo lindo”.

A enfermeira e amiga da família, Priscila Tayar, conta que ajudou a organizar a homenagem. “O Profissional de enfermagem, neste momento, delicado tem desenvolvido um trabalho humanizado, responsável e de qualidade. Lógico que para ele se concretizar é necessário muito esforço e dedicação da parte de todos os envolvidos, uma homenagem como essa só reafirma nossas esperanças de que estamos fazendo um bom trabalho e estimula nosso propósito dentro desta missão no dia a dia que é cuidar do próximo”.

Outra carta repleta de elogios foi enviada por um familiar por meio das redes sociais do hospital. A paciente Maria Madalena Casamassa, de 71 anos, também evoluiu para óbito após enfrentar a covid-19. O filho, Fernando Casamassa, fez questão de compartilhar toda a admiração que sente pelos profissionais na linha de frente. 

“Vocês foram verdadeiros anjos e sei que fizeram o melhor para ela. Agradeço toda a equipe médica e de enfermagem. Obrigada Dra. Raquel, por cuidar dela na UTI, ao Dr. Leonardo, Dr. Diego, Dr. Djalma, Dra. Eloísa e a psicóloga Nayara, que nos deixou falar com ela por chamada de vídeo. Mesmo ela estando desacordada, tenho certeza que ela nos ouviu, foi a nossa despedida”, diz parte do depoimento emocionado.

Posts Relacionados