Média móvel de óbitos continua em queda no Hospital São Vicente

A média móvel diária de óbitos do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), em Jundiaí, segue em queda. Na última avaliação, a redução foi de 25,07%. Em 05 de agosto, o índice era de 3,43 e nesta quarta-feira, dia 19, chegou a 2,57. Na medição anterior, a queda foi de 35,16% (21 de julho – 5,29 e 05 de agosto – 3,43). 

De acordo com o superintendente do HSV, Matheus Gomes, a média móvel é calculada com base no número de mortes registradas diariamente dentro de um período, neste caso 15 dias. “De forma geral, é considerado positivo manter este índice superior a 15% e nas duas últimas medições que realizamos, temos mantido a superação deste número”, explica. Para os especialistas a média móvel é tida como a operação mais adequada para observar a tendência das estatísticas, por equilibrar as variações abruptas dos números no decorrer do período. 

Embora o cenário seja positivo, o superintendente lembra que ninguém deve deixar de lado os cuidados com a prevenção à covid-19. “Ainda não existe vacina e a população precisa colaborar, evitando aglomerações, saindo de casa somente se necessário, fazendo uso de máscara de proteção e higienização das mãos com álcool gel ou água e sabão”, destaca. 

Outro dado relevante é a média móvel de internações covid-19 por dia no HSV. “Nos últimos 14 dias também tivemos uma redução desta taxa, sendo que no dia 05 de agosto era de 9,43 e no dia 19 chegou a 5,57. Isso representa uma queda de 40,93%”, relata Matheus. Porém, o perfil de internações não tem um padrão definido, num dia podem internar 10 pacientes e no dia seguinte dois. Só com o tempo e o comportamento das pessoas é que será possível afirmar, no futuro, se o novo coronavírus está controlado. 

Para chegar às informações de média móvel do HSV, uma comissão interna e multidisciplinar do hospital se reúne diariamente, avaliando dados de forma muito criteriosa. “Nossa responsabilidade é grande, por isso, a análise conta com profissionais de diversas áreas. O trabalho é muito consistente e profissional, não antecipamos interpretações, afinal, nossas informações são essenciais para a tomada de decisões cada vez mais assertivas para cuidar da saúde de nossa população. O Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) e a gestão municipal, acompanham todo este trabalho”, destaca.

Posts Relacionados