Novidades e Eventos mais recentes

Treinamento minimiza risco de infecção hospitalar

Com objetivo de prevenir e evitar a Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV) em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva, as equipes multidisciplinares do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo participaram de um treinamento especial no inicio do mês de fevereiro. 

A PAV é definida como uma infecção pulmonar que surge 48 a 72 horas após a intubação endotraqueal - procedimento pelo qual o médico introduz um tubo na traqueia do paciente, através da boca ou do nariz, para mantê-lo respirando quando alguma condição impede sua respiração espontânea - e a instituição da Ventilação Mecânica (VM) invasiva ou até 48 horas após a interrupção da VM.

A capacitação contou com profissionais das áreas médicas, fisioterapeutas, além de toda a equipe de enfermagem dos setores fechados. “Nos reunimos a fim de atuar em conjunto nas decisões e protocolos de prevenção e redução dos riscos oferecidos pelo próprio tratamento da ventilação mecânica. O protocolo já foi implantado na UTI Geral, na Neurologia e na USI I e USI II”, explica o Coordenador da UTI Geral, Dr. Eduardo Rennó Carvalho.

O grupo de profissionais intitulado Time de PAV tem como projeto futuro se reunir bimestralmente para discutir medidas fáceis de aplicar ações e procedimentos voltados ao cuidado preventivo ao paciente. 

“Através da implantação conseguimos supervisionar a prática da prevenção de PAV e fazer análise individual de cada caso, além disso, a expectativa é diminuir os casos nas unidades, reduzindo assim a mortalidade dos pacientes, o tempo de permanência nas unidades e o custo. Até o final de fevereiro iremos implantar na UTI Cardiológica e na Unidade Pós Operatória”, conta a Coordenadora das UTI’s, Juliana Húngaro.
 

|Boletim Conexão

Confira todas as novidas da nova edição do nosso boletim.