Novo equipamento permite fracionamento de medicamentos e aumenta segurança do paciente

A máquina foi doada pela empresa Opuspac e será responsável pela unitarização de 70% dos medicamentos usados pelo hospital. 

Nesta semana o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) recebeu uma importante doação da empresa Opuspac Ltda, com fábrica em Louveira, interior de São Paulo, especialista em soluções para fluxo logístico hospitalar, robótico e integrado, que fabrica e vende equipamentos em 18 países. 

A empresa doou um evoluído equipamento de unitarização e fracionamento de medicamentos, modelo Opus 30. Ele será responsável por 70% das atividades que atualmente são feitas de forma manual pela equipe de Farmácia do Hospital, tais como separação, identificação, porcionamento, validade e lote dos mais de 250 mil medicamentos utilizados pelo hospital a cada mês.

A responsabilidade e a relevância do setor de farmácia dentro de um hospital são amplos, uma vez que o departamento é responsável por montar, cada kit de medicação destinado a cada um dos pacientes internados. “O processo tem de ser preciso e eficaz, qualquer falha pode comprometer a segurança do paciente”, relata a supervisora de farmácia, Michele Driele Lionel de Souza. “Esse equipamento Opus 30 propiciará melhora do nosso processo, maior eficiência e agilidade, culminando numa assistência ainda mais qualificada, humanizada e reduzindo de forma importante o risco de eventos adversos”, diz.

Para o diretor da Opuspac, Victor Basso, este é um momento de solidariedade. “Neste período de grande crise, nós como empresários brasileiros, temos o dever de sensibilizarmos com o setor hospitalar. Opuspac Ltda sente que tem que agregar valor, ajudando a quem está lutando e aguardar com fé a chegada de tempos melhores”, relata ele sobre a doação.

O equipamento possui cinco discos que permitem o fracionamento de comprimidos, ampolas, frascos pequenos e blísteres em diferentes tamanhos de embalagens. Os medicamentos saem da máquina embalados em plásticos individuais já etiquetados, com informações como nome do medicamento, dosagem, validade, lote e forma de usar (oral, intravenosa etc.). A máquina realiza 2.600 unitarizações por hora, além de ser fácil de operar. 

Posts Relacionados