São Vicente capta 16 órgãos nos últimos cinco dias

O caso mais recente ocorreu na madrugada desta quarta-feira, dia 30.

Nos dias 25, 27 e 30 deste mês foram realizadas captação de 16 órgãos no Hospital de Caridade São Vicente de Paulo, por meio do trabalho da Comissão Intra Hospitalar de Transplantes (CIHT). O caso mais recente ocorreu na madrugada desta quarta-feira, com a captação dos rins, cujo paciente de 44 anos foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. A família prefere que não seja divulgado o nome do doador.

Atualmente o Brasil teve queda de 40% no número de transplantes, ocasionada pela redução na captação e principalmente pela pandemia covid-19. O cenário diminui de forma significativa as chances de salvar vidas de mais de 46 mil pessoas (conforme dados do Ministério da Saúde divulgados em julho/2020) que aguardam na fila por um órgão. 

O trabalho feito pelo HSV tem sido essencial para muitas vidas. “Procuramos desenvolver um trabalho com alta qualidade técnica, uma vez que a captação de órgãos envolve diversos aspectos, como avaliação do paciente, entrevista com a família, mobilização das equipes para transporte do órgão em tempo hábil, avaliação do paciente que tem compatibilidade para receber o órgão e tantos outros detalhes. Por isso, toda a equipe tem de estar muito bem preparada e alinhada”, destaca Thaís Fernanda da Rocha Santos, enfermeira coordenadora da CIHT.

Nos últimos dias, foi possível a captação de órgãos de três pacientes, mediante a autorização de seus familiares. Dezesseis vidas foram salvas. De janeiro a setembro deste ano, foram captados 33 órgãos, de um total de 8 doadores. Nos meses de março, maio, junho e julho não ocorreu nenhuma captação. Em termos comparativos de órgãos captados, 2017 registrou 36 e em 2018 e 2019 foram 63 em cada ano.

“Ficamos felizes em perceber essa retomada, uma vez que ainda não superamos a pandemia covid-19. A aceitação das famílias tem sido maior e isso representa mais esperança para aqueles que aguardam um transplante”,

afirma Thais.

No dia 25, foram captados pulmão, coração, fígado, rins (2), córneas (2) e ossos do jovem Matheus Antonio Alves, de 17 anos, vítima de um acidente doméstico. Na segunda, dia 28, foram captados rins (2), fígado e córneas (2) da paciente Cleusa Pereira dos Santos, 50 anos, que sofreu um AVC. E nesta última madrugada a captação dos rins citados no início do texto. 

Na semana passada o Ministério da Saúde (MS) lançou a campanha de incentivo à doação de órgãos e tecidos, sob o título “Doe órgãos. A Vida precisa continuar”.

Posts Relacionados