São Vicente em parceria com a Atenção Básica estuda implantar projeto que prevê qualificação da Alta de pacientes internados com covid-19

Com o intuito de cuidar mais e melhor dos pacientes assistidos pelo Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), está sendo estudado o projeto “Alta Qualificada”. A iniciativa tem o objetivo de garantir que cada paciente internado no hospital com a suspeita ou confirmação de covid-19, possa ser acompanhado, pós alta hospitalar, pela equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) de seu bairro.

A gerente assistencial do HSV, Grace Campos, explica que o grande diferencial é que haverá o monitoramento conjunto. “Quando o paciente der entrada no hospital, imediatamente a equipe de sua UBS de referência será comunicada e informações relevantes serão trocadas, como por exemplo, se o paciente tem alguma comorbidade, se faz algum tratamento, se faz uso de medicamentos e outras informações que poderão otimizar a eficiência do tratamento e cuidados hospitalares”, explica.

Ao chegar na fase final de internação no HSV, a UBS de origem do paciente irá receber o “Plano de Cuidados” do paciente, que contém todo o procedimento adotado durante sua internação, bem como suas necessidades para acompanhamento. “A ideia é que a UBS receba a informação em tempo oportuno, possibilitando realizar o acompanhamento e monitoramento deste usuário”.

Nesta fase inicial o projeto inclui somente os pacientes internados com suspeita ou confirmação para a covid-19, porém, a intenção é que no futuro possa abranger todas as internações. “Os resultados poderão ser sentidos em curto, médio e longo prazo, uma vez que a meta é realizar a transferência do cuidado para que os pacientes possam ser assistidos na sua integralidade”, finaliza.

Posts Relacionados