Grupo “Visita Vicente” comemora 10 anos de atividades voluntárias no Hospital São Vicente

“Construir essa história foi uma das melhores decisões que já tive na minha vida”, compartilha Cyzinha Toniolo, coordenadora do voluntariado há 10 anos.

1- Voluntárias durante Bazar Solidário em prol do Hospital São Vicente real.
2- Membros do grupo comemoram 10 anos de trabalho voluntário da instituição

O trabalho voluntário está na essência do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) e sempre esteve presente nas atividades da instituição. A partir de 2012, essa filosofia ganhou força com a criação do grupo de voluntários “Visita Vicente”. Focado no atendimento de pacientes, acompanhantes e familiares, o serviço é oferecido no hospital com objetivo de melhorar o bem-estar dos enfermos por meio de apoio, orientação, calor humano e, principalmente, disposição em doar-se. “Acolhimento” é a palavra que define os membros do voluntariado, que comemoram 10 anos de dedicação e comprometimento com suas atividades na instituição.   

Na época de sua implantação, o time contava com 23 membros e a tarefa principal era o acolhimento dos visitantes na Portaria de Visitas e no Pronto Socorro, conduzindo-os até o leito do paciente, iniciativa que permanece ativa até hoje. Sob o comando de Cyzinha Toniolo, coordenadora do grupo, nasceu a equipe de voluntariado do Hospital São Vicente. Atualmente a equipe conta com 87 voluntários e cinco projetos em funcionamento.

Voluntárias durante projeto de Acolhimento Familiar realizado na instituição.

Nos hospitais, o voluntário compartilha e escuta histórias. A sua atuação pode aliviar dores com sorrisos, atenção e carinho, gerando experiências sociais e solidárias para todos os envolvidos. Por meio de atividades estratégicas e que são de grande relevância para o acolhimento e humanização da rotina hospitalar, os membros do grupo dedicam seus afazeres não somente aos pacientes da unidade, como também aos profissionais de saúde, que como forma de manifestar apoio aos mesmos, atuam enviando mensagens positivas, de agradecimento, incentivo e demais manifestos de suporte e carinho pelo trabalho desenvolvido por eles.

A Irene Izete de Oliveira Callegari é voluntária do Visita Vicente desde a formação do grupo e compartilha o carinho e amor que sente pelos colegas e pelo trabalho que realiza. “Há exatos 10 anos eu iniciava uma nova etapa na minha vida, onde pude viver momentos de alegria, risos e muito aprendizado. Estar no São Vicente é uma benção para mim, sinto muita gratidão em conviver nessa instituição. É um local onde dedico meu tempo e recebo amor em troca. Todos os dias tenho um novo desafio, uma oportunidade de praticar a bondade e a caridade. A Cyzinha é um exemplo de pessoa que nos motiva a cada dia, que nos encoraja e nos oferece suporte nessa caminhada. Sou grata pela oportunidade que transformou minha vida e pelo companheirismo não só profissional, mas também pessoal. Meu sentimento é de gratidão em fazer parte da família Visita Vicente”.

Lindalva de Fátima Ribeiro é uma das novas integrantes do grupo e iniciou suas atividades no Pronto Atendimento Central, auxiliando no fluxo de acompanhantes e familiares em horário de visitas. Além disso, a voluntária enfatiza que as novas experiências no time agregam muito para sua vida. “Poder participar dessa equipe foi um dos melhores presentes que pude receber em toda a minha vida. Estou em processo de adaptação com a nova rotina e as atividades desenvolvidas, mas sinto que já estou em casa. Acho gratificante poder colaborar e me doar às pessoas que precisam. Quero propiciar ainda muitos sorrisos aos pacientes, pois momentos de afeto são importantes para o tratamento não somente dos enfermos, mas também para o nosso interior. Fazer parte de um grupo tão amável e agradável me motiva todos os dias. São seres humanos afetuosos que se preocupam com o bem-estar do próximo e com certeza, merecem muito respeito e reconhecimento”. 

Em comemoração a data especial, Cyzinha compartilha palavras de carinho e admiração aos companheiros de longa história. “A palavra que define meu sentimento aos voluntários é gratidão. Agradeço por tudo que fazem e um dia já fizeram pelos enfermos, pelos colaboradores do hospital e por nossa equipe. É um projeto muito bonito que tenho a honra de poder compartilhar com cada integrante. São pessoas empenhadas, esforçadas e de imenso coração. Eles são a luz do nosso projeto. Agradeço também a Deus pela oportunidade de realizar esse trabalho que completa 10 anos, ao hospital pela confiança e, principalmente, ao lado de pessoas tão maravilhosas”.

A sensação é de dever cumprido, de saber que no decorrer desses anos nós, voluntários, fizemos a diferença na vida de tantas pessoas. Com simples gestos, acredito que podemos transformar o dia de alguém. É um trabalho que dinheiro nenhum pode pagar, amo o que eu faço, meus colegas de equipe e dedico cada dia com sincero coração” finaliza Cyzinha emocionada.

Posts Relacionados