Hospital São Vicente tem sido fundamental na formação de novos fisioterapeutas

O estágio é uma das fases mais importantes na formação de qualquer profissional. É importante para o aprendizado do aluno e oferece a primeira experiência prática com a profissão escolhida. O Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) desempenha um papel essencial nesse processo e por meio do Núcleo de Educação Permanente (NEP), atua em parceria com diversas instituições de ensino como o Centro Universitário Padre Anchieta (UniAnchieta), Faculdade Anhanguera, Phoenix, Centro Técnico de Enfermagem (Cetec), Colégio Tableau, UNIFACCAMP e Senac. Ao todo, o programa de estágios abrange estudantes da área da enfermagem, técnicos de imobilização ortopédica, farmácia, nutrição, psicologia e fisioterapia. 

O preceptor do estágio de cardiorrespiratória vivenciado pelos alunos de fisioterapia, Rafael Bocchile, conta que os benefícios do programa são inúmeros. “Por conta dessa parceria os alunos aprendem muito sobre a prática do intensivismo dentro da área da cardiorrespiratória, além de auxiliar com a assistência aos pacientes. Além disso, o hospital oferece todo o suporte necessário. Antes mesmo dos alunos começarem, a equipe da instituição realiza uma reunião com os estagiários, explicando as regras, como funciona o hospital e como procurá-los em caso de ajuda. É ótimo para nós”.

Daniel e Ewerton recepcionam alunos na instituição

Neste período de pandemia, a equipe de fisioterapia, formada atualmente por 27 profissionais, ressalta a importância dos novos colegas de profissão no cuidado aos pacientes internados. “Existe uma grande demanda de atendimentos aos pacientes diagnosticados com outras patologias. Como os casos de covid-19 exigem mais da nossa equipe, acabamos direcionando os alunos, que são supervisionados pelo Rafael, para os outros atendimentos e isso nos ajuda de uma forma imensurável. Por isso, fazemos questão de evidenciar essa parceria que só somou a qualidade do atendimento prestado ao paciente”, elogia o coordenador da equipe de fisioterapia do HSV, Daniel Gimenez. 

O aluno Sérgio Leandro Gomes Pardim, de 30 anos, conta que decidiu pela profissão após acompanhar o pai em um tratamento ortopédico. “Acompanhei as sessões do meu pai após ele passar por algumas cirurgias no joelho. Presenciar a fisioterapia e a importância que teve na vida dele, me fez admirar a fisioterapia. Quando ouvia falar de hospital eu tinha uma percepção de medo, de receio, mas esse estágio superou todas as minhas expectativas de uma maneira positiva. São praticamente três anos de teoria e essa etapa nos mostra como será daqui para frente, o que podemos esperar da profissão”.

O Hospital São Vicente é certificado como Hospital de Ensino e está oferecendo estágio para 300 estudantes em média por semestre. “No último ano, nós reduzimos o número de alunos por turmas de estágios, desta forma, foi possível oferecer outros setores do hospital que até então os estagiários não atuavam. Os estagiários são muito importantes para a promoção à saúde e melhoria da nossa assistência. Nossos pacientes e colaboradores reconhecem o empenho e dedicação ao trabalho desta geração de novos profissionais da saúde”, finaliza o coordenador de educação permanente, Ewerton Alexandre Galdeano.

Posts Relacionados