Mais de 600 colaboradores já foram beneficiados com o programa “Quem cuida precisa ser cuidado” no HSV

Por meio da Medicina do Trabalho, o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) implantou, em outubro de 2020, o programa “Quem cuida precisa ser cuidado”, a fim de garantir o bem-estar e a qualidade de vida de seus colaboradores. Colocando a humanização em primeiro lugar, a ação oferece aos funcionários atendimento rápido e gratuito nas especialidades de clínica médica, psicologia, psiquiatria, nutrição e ginecologia. Desde quando foi instituído, o projeto já beneficiou mais de 600 colaboradores, entre esses, a auxiliar de faturamento, Lucinéia Rocha dos Santos.

Equipe da medicina do trabalho incentiva colaboradores no cuidado com a saúde

“Passei em consulta com a ginecologista e foi muito importante para mim. Sei que a maioria do quadro de colaboradores é constituído de mulheres, então a atenção à saúde feminina é primordial. Muitos de nós não temos convênio e aqui conseguimos passar em consultas e realizar exames com comodidade. Estou fazendo o acompanhamento e a médica pediu todos os exames necessários. No geral, me senti muito acolhida e confortável, sem dúvidas é um grande ganho para nós”.

Os exames, disponíveis na instituição, são realizados na própria unidade de saúde. Já os procedimentos mais específicos, que não são realizados no São Vicente, são viabilizados pela equipe da Medicina do Trabalho, que encaminha os colaboradores para outros centros diagnósticos, sem qualquer custo, já que a instituição se responsabiliza pelos valores. “Contamos com uma tabela de exames gerais, todos aprovados pela diretoria. Esse é um apoio sem igual, pois a instituição se coloca a disposição para cuidar de forma completa da saúde dos funcionários”, explica o responsável pelo departamento, Cledson Miguel F. de Souza.

A psicóloga Pâmela Aparecida Araújo, conta que a iniciativa é essencial para prevenção de doenças físicas e psicológicas. “Precisamos lembrar que antes o acesso a psicologia era restrito a uma classe social especifica, além da resistência que as pessoas tinham em falar das questões emocionais, de tocar nos pontos mais delicados da vida. Hoje, como o serviço de psicologia é mais acessível, as pessoas acabam se sentindo mais a vontade para falar, principalmente neste momento, no enfrentamento à pandemia. A importância da atenção em relação à saúde mental é justamente o acolhimento e a possibilidade do colaborador ter esse espaço para compartilhar seus sentimentos sem ser julgado e sair um pouco mais aliviado para poder encarar o dia a dia”.

Os atendimentos são agendados pessoalmente na medicina do trabalho ou por meio de contato telefônico.

Posts Relacionados