No Hospital São Vicente, altas e canções incentivam profissionais no combate à pandemia

Apesar de vivenciarem momentos desafiadores diariamente, a gratidão, a motivação e os sorrisos não deixaram de fazer parte da rotina dos profissionais que atuam na linha de frente no combate à covid-19. No Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), as equipes celebram as vidas que foram salvas, cada pequena melhora no quadro clínico dos pacientes e a oportunidade do reencontro com a família. 

Big Chico celebra recuperação e canta com a equipe

A última semana foi marcada por elogios às equipes de diversas unidades do hospital. O time da Clínica Feminina recebeu uma homenagem muito especial do paciente Francisco Carlos Barbosa, que é músico e produtor musical. Ele cantou ao vivo a canção de Tim Maia, “Não quero dinheiro, eu só quero amar” ao receber a notícia de sua alta médica. “Quero agradecer a todos os médicos, enfermeiros e demais equipes do São Vicente, que foram fundamentais para o meu tratamento da covid 19. Eu cheguei em estado grave, fiquei dois dias na UTI e doze dias no quarto. O que mais me impressionou foi toda a estrutura da UTI, além dos leitos que estão totalmente reformados, com televisão e ar condicionado. Hoje, continuo minha recuperação em  casa.  Aproveito para agradecer também a gestão da cidade, que vem dando a devida atenção ao SUS de Jundiaí. O melhor de tudo, além de vencer a covid-19,  é não ter custo nenhum”, ressalta o paciente, mais conhecido como Big Chico. 

Izilda recebe carinho da equipe da USI

Na Unidade de Suporte Intensivo (USI), a alta de Izilda Maria Cordeschi, de 62 anos, foi celebrada pelos profissionais, que emocionados, falaram sobre a felicidade de ver mais uma paciente superando a covid-19. “Falo por todos nós. Ficamos felizes pela paciente ter saído daqui direto pra casa. Foi um momento de gratidão devido à luta que ela enfrentou. Estávamos ali, presenciando a vitória dela e compartilhando o que ela estava sentindo”, conta a técnica de enfermagem, Tainara Fernanda Oliveira de Souza. 

Matheus entrega flores à equipe como forma de agradecime nto

Ortopedia

O paciente Matheus Joab Santana de Souza, de 12 anos, precisou de atendimento após cortar a perna na roda de uma bicicleta. Como forma de agradecimento pela assistência humanizada que recebeu, Matheus trouxe flores para as profissionais do Pronto Socorro de Ortopedia. “O meu avô me socorreu para o hospital da Várzea e depois fui transferido para o São Vicente. Fui muito bem atendido e precisei fazer o curativo durante uma semana. Elas sempre cuidaram de mim com carinho e essa foi só uma forma de mostrar minha gratidão. Graças a Deus e ao hospital, estou tendo uma ótima recuperação”.

Posts Relacionados