Nos bastidores do tratamento, profissionais desempenham atividade de destaque no HSV

Até chegar ao paciente, a medicação prescrita pela equipe médica possui um grande percurso a ser seguido, com etapas e verificações necessárias para garantir a segurança dos fluxos e procedimentos. Responsáveis por todo esse processo, os farmacêuticos celebram nesta quinta-feira (20), o dia da profissão. A data ressalta a importância da área, fundamental para recuperação dos pacientes. Com o auxílio da tecnologia e de estudos científicos, o setor farmacêutico tem revolucionado a maneira com a qual as doenças são tratadas, visando sempre a melhoria ou até mesmo a cura de patologias antes consideradas irreversíveis.

Neusa e Paula verificam estoque

No Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), o trabalho desenvolvido pela equipe da farmácia, formada por 110 profissionais, é intenso e gratificante na mesma proporção, como conta a farmacêutica, Paula Daniela Cordeiro dos Santos. “Nossa equipe também atua nos Prontos Atendimentos dos quais o HSV administra. Eu brinco que nós somos parte dos bastidores porque estamos ligados à diversos serviços, mas pouca gente sabe sobre essa rotina. Nós atuamos em conjunto com a internação domiciliar, dispensando todos os medicamentos desses pacientes que continuam sendo assistidos pela equipe mesmo após a alta hospitalar, realizamos toda a parte de triagem de prescrição do paciente, fazemos a dispensação de medicamentos oncológicos para os pacientes em tratamento de quimioterapia e hormonioterapia, além de prestar assistência aos pacientes paliativos”.

Por meio do serviço, os profissionais também realizam o aprazamento, item do plano de cuidados em que são determinados os horários mais adequados para a administração dos medicamentos, a posologia, que determina o número de vezes e a quantidade de medicamento a ser utilizada a cada dia, e a interação medicamentosa, quando o paciente faz uso de mais de um medicamento. “Frequentamos também a visita multidisciplinar, onde falamos sobre medicamentos não-padronizados, horário de dispensação e também discutimos as dosagens e os antibióticos”, explica Paula.

Além dos farmacêuticos, a equipe também é formada por auxiliares de farmácia e estoque. Cada profissional contribui para uma área dentro do departamento. Os auxiliares de farmácia são responsáveis pela assistência à enfermagem para entrega de medicamentos em porta e montagem de tiras de medicamentos para o paciente. Os farmacêuticos realizam toda a parte de triagem, de acompanhamento, posologia e de interação não-padronizada. Já os auxiliares de estoque fazem toda a parte de recebimento, armazenamento e dispensação para as farmácias satélites. O local recebe uma média de 280 prescrições por dia.

Orgulho em fazer parte

Paula avalia prescrições no sistema

Colaboradora do HSV há 8 anos, Paula aproveita para compartilhar sua história com a profissão e ressalta que a data celebra não só o empenho dos farmacêuticos, mas de todos que fazem parte da equipe. “Eu sempre tive o sonho de atuar na área da saúde e, dentre tantas opções, escolhi a farmácia. Hoje desempenho uma função administrativa, mas comecei no Centro Cirúrgico. Tenho uma satisfação muito grande em poder ajudar, em ver esse paciente sair daqui recuperado, feliz por voltar para casa. Esse é o resultado da dedicação de todos”.

A auxiliar de estoque, Neusa Maria G. A. Almeida, trabalha no HSV há 29 anos e conta sua história de carinho pela profissão. “Sabemos que a recuperação do paciente depende de diversos fatores, mas a medicação é a mais efetiva. Estou aqui por amor e mesmo com as dificuldades, principalmente com a pandemia que enfrentamos, Deus nos dá força para continuar. É gratificante participar da melhora dos pacientes, saber que o que fazemos é importante para a vida e cura de alguém”

Posts Relacionados