Radioterapia amplia atuação por meio de parceria com o Centro de Oncologia de Jundiaí

Único na região a oferecer tratamento radioterápico à pacientes oncológicos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) ampliou sua capacidade de atendimentos após firmar parceria com o Centro Oncológico de Jundiaí (COJ), referência para pacientes encaminhados pela rede privada. Com o apoio da Prefeitura Municipal de Jundiaí, o COJ disponibilizou 37 vagas para a unidade hospitalar. 

Em funcionamento das 5h às 22h, o departamento de radioterapia atende em média 85 pacientes por mês, de Jundiaí e região, o que representa cerca de 1.474 sessões mensais. O maior índice de diagnóstico é de câncer de mama. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o mais incidente em mulheres no mundo, a quinta causa de morte por câncer em geral e a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres. A cidade de Jundiaí também sentiu os reflexos dessa crescente. O levantamento da unidade apontou um aumento de 25,27% no número de sessões.  

O físico médico Flávio Vermiglio, explica que os encaminhamentos foram realizados para esses pacientes, especificamente. “Assim conseguimos absorver a demanda das pessoas que também precisam de tratamento para outros tipos da doença. Já encaminhamos nove pacientes, que já finalizaram o tratamento e atualmente estamos com cinco em acompanhamento pelo centro. Os casos mais complexos continuam sendo tratados na radioterapia do Hospital São Vicente”

O profissional atua em ambas as instituições e viabilizou a parceria. “Levei essa possibilidade para o superintendente do São Vicente, Matheus Gomes, que acolheu a ideia e após a autorização da Prefeitura, fizemos o convênio. Essa colaboração também nos auxilia no cumprimento do tempo preconizado pelo Ministério da Saúde (MS) de 60 dias entre diagnóstico e tratamento. Essa é mais uma ação do hospital com foco no atendimento humanizado e gestão responsável. Em plena pandemia conseguimos ampliar a oferta de tratamento no município”

Posts Relacionados