Serviço de Atendimento a Pacientes Especiais e Crônicos celebra 19 anos de atuação em Jundiaí

Há 19 anos, Jundiaí criava o Serviço de Atendimento a Pacientes Especiais e Crônicos (SAEC) no município, a fim de oferecer atendimento especial e exclusivo aos pacientes que necessitassem de transporte para terapias, exames, consultas e altas hospitalares. A data, celebrada neste mês, é lembrada pela dedicação e comprometimento da equipe, formada por 65 colaboradores que atuam como técnicos de enfermagem, recepcionistas, vigias e assistentes administrativos, além do controlador de frota, encarregado de enfermagem e coordenador da unidade.

Garantindo o direito do usuário e a qualidade da assistência prestada aos munícipes, o benefício é direcionado a pacientes acamados, ou não, com dificuldades de locomoção, além de prestar apoio para casos já avaliados pela regulação médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Dentre os protocolos de atendimento estão remoções intermunicipais e inter-hospitalares para fisioterapia, radioterapia, hemodiálise e visita domiciliar, além de suporte em acidentes de trânsito envolvendo veículo oficial e interceptação de viatura em trajeto.

Funcionamento e Investimentos

“O serviço de excelência prestado pela equipe do SAEC garante a integralidade no cuidado daqueles que precisam do transporte especializado. Jundiaí investiu na renovação da frota para maior conforto e segurança aos usuários e profissionais “, comenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Todos esses atendimentos apresentam um número expressivo nos registros do serviço, que realiza uma média de 4.500 transportes todos os meses, utilizando a frota que foi totalmente renovada em abril deste ano. Com foco na excelência da prestação de serviço de saúde, a iniciativa faz parte de uma série de ações realizadas pela Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS).  

O coordenador do serviço, João Natal Fiorot, explica que o agendamento para transporte único no município deve ser feito no dia anterior a consulta, por meio do número 0800 770 7192, que também funciona aos finais de semana. “Para tratamentos que exigem transporte frequente, o paciente deve fazer o cadastro no SAEC, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. É necessário que o solicitante apresente os documentos pessoais, comprovante de endereço e a carta expedida pelo médico ou serviço de saúde, descrevendo o motivo e o período de tratamento. Após o cadastro, o enfermeiro irá verificar o tipo de veículo mais adequado para o transporte. Para casos fora do município de Jundiaí, o procedimento é o mesmo, mas precisa ser agendado com 10 dias de antecedência”.

“São como minha família”

Ao longo de tantos anos, as histórias vivenciadas pela equipe e pelos pacientes servem de inspiração e motivação para ambos, criando laços para uma vida inteira, como é o caso da Sra. Teresa Loturco de Moraes, de 74 anos, que compartilha a gratidão de poder usufruir do serviço e mais do que isso, receber de volta todo o carinho que possui pelos profissionais.

“Após sofrer um AVC, precisei do SAEC por muitos anos e ainda preciso. Tenho inúmeros motivos para agradecer. Eu considero a equipe como parte da minha família, pessoas próximas que sempre fizeram de tudo pelo meu marido e por mim. Temos uma grande amizade e admiração por todos. Eu percebo que muitas pessoas não dão o devido valor, não reconhecem o quão importante esse serviço é para nós e tantas outras pessoas. Somos dois idosos, infelizmente não temos mais o nosso filho para nos auxiliar e contamos sempre com a ajuda de parentes para nos locomover, então o SAEC é um carinho e um cuidado fundamental para a população. É até difícil explicar o tamanho da minha gratidão, do meu respeito por eles”, disse a paciente emocionada.  

Os mesmos sentimentos são compartilhados pela equipe do SAEC, como conta o condutor Edilson César Fernandes, que atua no serviço há 8 anos. “É um relacionamento próximo da fidelidade o que temos com esses pacientes e, principalmente, com a dona Teresa. Nós absorvemos essas histórias, oferecemos a escuta, partilhamos essas experiências e somos até psicólogos muitas vezes”, brinca o profissional. “Mas não existe nada mais gratificante do que fazer parte da vida deles. Eventualmente, nos deparamos com situações mais complicadas de um ponto de vista social e tentamos ajudar com o que está ao nosso alcance”, conta Edilson.  

O coordenador do serviço, João Natal Fiorot, é colaborador do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) desde 2001 e integra a equipe do SAEC desde o ano de 2005. “Sempre gostei de trabalhar com o público e assim que entrei para área da saúde, senti um grande prazer em poder ajudar as pessoas. O SAEC é muito importante para nós e para o município. Nosso objetivo é ajudar as pessoas nos momentos em que elas mais necessitam, seja por meio do atendimento, ou de uma palavra acolhedora, ou de um sorriso. O tratamento em saúde é amplo e todo ato conta para a recuperação desses pacientes”.

Posts Relacionados