Profissionais dão dicas de como manter o corpo e a mente saudáveis

Alimentação e sono adequado são exemplos de melhorias

O Dia Nacional da Saúde, celebrado nesta sexta-feira (5), chama a atenção para a rotina de cuidados que a população deve ter com o próprio bem-estar. Exercícios físicos, alimentação adequada, sono regulado e atenção com a saúde mental, são algumas das iniciativas que contribuem para uma vida em harmonia. A fim de estimular essas práticas, os profissionais do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV) se reuniram para oferecer dicas acessíveis de como alcançar a tão sonhada qualidade de vida.  

Psicóloga fala sobre saúde mental

Suporte Nutricional

A alimentação saudável é capaz de prevenir doenças e auxiliar inclusive no nosso humor, conforme explica a nutricionista, Thais Freire. “Uma alimentação equilibrada com quantidades balanceadas de proteínas, como carnes, frango e ovos, carboidratos como quinoa e aveia, boas gorduras como azeite e abacate, fibras e minerais, melhora o humor, a memória, reduz o cansaço e o estresse, aumenta a qualidade do sono, previne o envelhecimento, melhora o sistema digestivo e fornece disposição e mais energia para as atividades diárias”.

A profissional ressalta ainda que produtos orgânicos são muito melhores para a saúde, pois são produzidos sem uso de agrotóxicos, adubos químicos sintéticos, sementes transgênicas e drogas veterinárias. 

Agora, para uma noite de sono tranquila e relaxante, deve-se evitar: café, chocolate, chá mate, chá preto, refrigerantes, guaraná em pó, bebidas energéticas, pimenta e gengibre. 

Consultas médicas devem ser regulares

Exames de Rotina e Práticas Esportivas

O clínico médico, Dr. Rafael Claros, conta que em muitos casos o exame de rotina é encarado de forma indevida. “Esses exames são fundamentais, porém complementares e que necessitam da orientação de um especialista. O primeiro passo é agendar a consulta e receber essa avaliação, pois apesar de ter esse nome, não são rotineiros e realizados sem indicação. É por meio dessa ação que fazemos essa triagem e identificamos doenças como o diabetes, colesterol alterado, deficiência de vitaminas, alteração na função renal, entre outras patologias”.

Os exames mais comuns são o de sangue, conhecido como hemograma, o de glicemia, para medir o nível da glicose na circulação sanguínea, colesterol e de urina. “Esse “check-up médico” é essencial para a manutenção da saúde e ainda nos auxilia no momento de definir a conduta que será tomada, o tratamento precoce e ações para mudança necessária do estilo de vida do paciente”, afirma Claros.

Outra indicação médica e acessível para melhoria da saúde do corpo e da mente é a prática de atividades físicas. Recomendada para todas as idades, não possuem nenhuma contraindicação inicial e oferecem diversos benefícios, como redução da ansiedade e da pressão arterial.  “Por meio dos exercícios, muitas vezes se consegue diminuir a frequência cardíaca, fazer com que esse coração tenha um funcionamento melhor. Também contamos com a ajuda dessas práticas para reduzir o peso, melhorar o metabolismo e regular o sono. Tudo isso deve ser feito com acompanhamento do profissional da saúde e de um educador físico”, ressalta Dr. Rafael.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), aconselha que adultos façam atividade física moderada de 150 a 300 minutos semanais ou de 75 a 150 minutos de atividade física intensa, quando não houver contraindicação. Para o dia a dia, são indicados caminhadas e alongamentos, por exemplo. São práticas gratuitas, possíveis de fazer em casa e muita benéficas.

Saúde Mental

“Atualmente, muito se fala em saúde mental. Os nossos dias têm sido cada vez mais cheios e estressantes e isso pode trazer alguns impactos emocionais negativos como desânimo, exaustão e esgotamento. A psicoterapia pode ser realizada em qualquer idade e por qualquer pessoa, manter bons pensamentos é essencial para o bem-estar emocional, além de refletir positivamente em outros os aspectos da vida. No trabalho, use as cobranças a seu favor, entenda o que esperam de você e faça uma lista de prioridades; programe-se para realização das suas atividades durante seu horário de trabalho; estabeleça uma agenda onde possa fazer anotações objetivas das atividades que desenvolveu ao longo do dia; ao final do dia faça uma checagem dos seus resultados e das suas expectativas”,

estimula a psicóloga Caroline Alves.

Ao término do seu horário de trabalho priorize a atividade física, o convívio com pessoas que trazem sensação de bem-estar e prazer, atividades de distração como a leitura, por exemplo, além de atividades manuais. Assista filmes, ouça música, participe de trabalhos voluntários, entre outros.

Assessoria de Comunicação – Hospital de Caridade São Vicente de Paulo

Érica Fabiola Barlera Gáspari – assessoria.imprensa@hsvicente.org.br

Patrícia Pessoto – imprensa@hsvicente.org.br

Helen Barbuena – comunicacao@hsvicente.org.br

Telefone (11)4583-8256

Posts Relacionados